4.12.09

ouve-me, por favor

hoje pensei muito em ti, sabias? com os teus cabelos e bateu uma saudade forte, daquela saudade de dar vontade de te ver para te sussurrar ao ouvido e agarrar-te com imensa força e ternura.
em breve irei ter contigo e vais-me rejeitar, vais recusar ouvir-me, vais dar-me empurrões iguais aqueles que te dei negando-te e a lágrima vai cair, mas vou abraçar-te com tanta força... apertando-te contra o meu peito! e vou recordar esse teu jeito, as tardes de verão e inverno, as noites a falar contigo, vou recordar as lágrimas, as saudades, as inter-ajudas, o apoio, a cumplicidade... e vou querer ter-te sempre comigo!
mas só quando me disseram que em breve iria partir para tão, mas tão longe é que entendi que já nem sequer iria poder tocar-te, nem mandar-te uma mensagem, nem ver fotografias tuas, nem ouvir falar de ti... será uma distância tão grande ao ponto de já nem o teu cheiro conhecer.
vou carregar-te sempre em mim, em cada olhar, em cada sorriso, em cada lágrima, eu prometo!
vou lembrar-me de ti esboçando um grande sorriso de felicidade pensando "ela está bem!", irei perguntar por ti a quem vir, irei partir sem me despedir, mas tu irás comigo sempre, promete, por favor.
e não vou pedir desculpa por tudo, vou mentalizar-me é que deixei a marca na tua vida. obrigada e quando eu partir serás em quem pensarei mais. até lá, um adeus.

10 comentários:

  1. obrigada :D
    o texto está bonito:')
    lembra-te que distância separa sempre duas pessoas, mas nunca dois corações.

    ResponderEliminar
  2. podes sempre tentar voltar a juntá-los!

    ResponderEliminar
  3. sabes, as cartas do coração, são as que devem (sempre) ser enviadas, sem remetente, em garrafas pelo mar. elas sabem onde ir... :)

    vou-te seguir

    ResponderEliminar
  4. isso não implica que não voltem um dia a juntar-se!

    ResponderEliminar

ohh muito obrigada dsd já por me visitars, mas um especial agradecimento por deixares a tua opiniao :) beijinho