3.1.12

posso prometer um ano novo, mas não posso prometer uma vida nova. sabes que há sonhos que perdi, coisas que o tempo me foi levado e nunca mais trouxe. nem sei bem, parece-me que às vezes me dói algo que nunca tive e talvez esta sensação me vá matando de mansinho... mas se sobrevivi a 365 dias que foram passando, vou escrever uma nova história sobre estes próximos doze meses. apesar de existirem memórias inesqueciveis e pessoas memoráveis, não vou recear a entrada de ninguém. posso eventualmente guardar muito rancor daquilo que hoje fez de mim mais fria, mas continuo a mesma por dentro.. não tenho medo aos sonhos que outrora alguém me fez sonhar, pois este barco que hoje me leva, custou muito a construir e, apesar de ter naufragado vezes sem conta, também me fez ver que a maior beleza da vida está em meu redor. talvez o ano novo me faça tão bem quanto o velho fez. e desde já um obrigada! parece-me que foi em ti que fui vivendo os pedaços de puzzle destes episódios de vida perdida. e o que ontem perdi, hoje vou ganhar. desde que me ame a mim mesma, nada do que venha eu posso temer.

e na verdade, já é 2012! foi uma grande noite, obrigada a todos, desde já! pena ter começado o inferno. BOM ANO A TODOS :) lovit*

2 comentários:

  1. adoro, a sério que sim. não há ninguém que escreva como tu, que se exprima como tu. adoro mesmo :')
    <3

    ResponderEliminar

ohh muito obrigada dsd já por me visitars, mas um especial agradecimento por deixares a tua opiniao :) beijinho